Durante a 15ª Expoepi, realizada entre os dias 27 e 30 de junho, em Brasília, os participantes do evento tiveram acesso a testagem rápida para HIV, sífilis e hepatites B e C. A ação foi realizada pelo Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV), que receberam apoio dos assessores e do corpo técnico de especialistas nas áreas de laboratório, hepatites e logística.

Nos dois primeiros dias da ação (na quarta, 27, e na quinta, 28) foram atendidas 215 pessoas e realizados 208 testes para HIV, sífilis e hepatite B e 176 para hepatite C. A ação compreendeu as etapas de recepção, testagem e orientações pós-teste e contou com a  articipação de 30 pessoas, sendo 15 para cada turno (manhã e tarde).

Em frente ao estande para realização dos testes, o usuário tinha disponíveis questionários on-line com questões para identificar o conhecimento do público sobre HIV, sífilis e hepatites virais. “O objetivo deste levantamento é verificar onde estão as principais lacunas de conhecimento dos profissionais de saúde para podermos investir na ampliação e divulgação das informações relacionadas às perguntas feitas”, disse Mariana Villares, consultora especialista do DIAHV.

Além dos testes, também foram distribuídos preservativos masculinos e femininos e gel lubrificante em frente ao estande. Na área de recepção para a testagem, eram veiculadas, em vídeo, informações sobre o uso de preservativos e campanhas de prevenção do Ministério da Saúde relacionadas ao HIV, às IST e às hepatites virais.

“A ação teve o intuito de levar o conhecimento do próprio estado sorológico às pessoas participantes e aos demais trabalhadores do evento, além de mostrar ao público, em sua maioria estudantes e profissionais da área de saúde, as vantagens do teste rápido e todo o fluxo de funcionamento de uma ação de testagem rápida”, concluiu Mariana Villares.

Reunião de Dirigentes analisa controvérsias no setor Saúde

jun 27, 2017
A abertura da Reunião de Dirigentes de Vigilância em Saúde, realizada no âmbito da 15 Expoepi, foi marcada pelas contradições enfrentadas pelo setor. O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Jarbas Barbosa, observou que o Congresso Nacional aprovou lei que autoriza a comercialização e o uso de medicamentos emagrecedores que haviam sido proibidos ou que estavam com o uso controlado pela Anvisa, que é o órgão máximo regulador no País.
De acordo com Barbosa, o Brasil atravessa um momento político delicado mas essas questões não devem tirar o norte da Vigilância Sanitária, que continuará cumprindo sua missão em defesa da saúde da sociedade. O presidente da Anvisa destacou também a importância da Vigilância fazer escolhas que levem em conta o grau de risco sanitário. Barbosa exemplificou com uma ação de fiscalização de alimentos em um supermercado, salientando que fiscalizar uma UTI Neonatal ou uma farmácia de manipulação tem muito mais efetividade do ponto de vista de saúde pública.
Por sua vez, o secretário de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde, Adeilson Cavalcante, observou que o momento atual é de reflexão mas que isto não impede que os entes federados do setor Saúde continuem realizando suas ações com maestria. “Não há nada que impeça o nosso trabalho, estamos aqui para proteger a saúde da população e realizar as ações de vigilância, prevenção e assistência do SUS”.
A abertura da reunião também contou com a presença de representantes dos Conselhos Estaduais e Municipais de Secretários de Saúde e foi coordenada pela diretora do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (DSAST) da SVS, Daniela Buosi. A reunião prosseguiu com uma discussão sobre a organização da I Conferência Nacional de Vigilância em Saúde, que será realizada em novembro, em Brasília.

Guardiões da Saúde na 15ª Expoepi

jun 30, 2017
Olá! Gostaria de compartilhar um pouco do impacto da estratégia de vigilância participativa que a ProEpi está apoiando durante a 15ª Expoepi.
O aplicativo dos Guardiões da Saúde tem sido bem recebido pelos participantes, por isso, gostaria de compartilhar alguns números:
Estamos registrando ‘testers’ para a próxima versão do aplicativo, e sem terminar o 2º dia de evento, já temos 250 pessoas registradas!
A página criada para o Guardiões também teve mais de 200 acessos nestas últimas 48 horas!
Ainda estamos desenvolvendo alguns dados para compartilhar, mas esses já nos indicam o impacto que o aplicativo pode ter.
Espero que goste dessa informação e nos ajude a divulgar.
E teste você também!

15ª Expoepi será marcada pela alimentação saudável

jun 21, 2017

A promoção da saúde sempre é um dos principais temas nos debates da Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi). Na edição de 2017, no entanto, o assunto também recebeu destaque na escolha das refeições que serão servidas durante o evento. A 15ª Expoepi será marcada pela alimentação saudável, que privilegia comidas in natura ou minimamente processadas e preparações culinárias que contenham os diversos grupos alimentares, acompanhadas de sucos naturais. O objetivo da iniciativa é proporcionar bem-estar e qualidade de vida para os participantes.

Fortalecer as ações de promoção à saúde e prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, como hipertensão, diabetes e obesidade, é uma das prioridades do Ministério da Saúde. A seleção do cardápio está de acordo com a Portaria nº 1.274, de 7 de julho de 2016, que apresenta diretrizes sobre alimentação adequada e saudável nos ambientes de trabalho. Também está em sintonia com “Guia para a elaboração de refeições saudáveis em eventos”, publicação lançada no ano passado pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.